Monday, April 28, 2008

R.I.P.



FOR THOSE WHO ARE NO LONGER HERE...


Fazes-me falta... Tanta falta...
Lembro-me de ti constantemente e sonho contigo várias vezes...

Não te visito faz tempo e a visão da tua lage fria cai-me no peito como uma realidade imutável... Não voltarás jamais...
Nem tu, nem ela...

Pergunto-me se me tornei naquilo que esperavas, se te orgulhas do que sou hoje...

As saudades que tenho dos teus abraços afáveis, da tua asa protectora, da tua boa disposição... Sempre que me apareces em sonhos tentas dizer-me algo, mas eu nunca chego a entender as tuas palavras... Serão apenas reflexos de tudo o que eu te desejaria ter dito em vida e que agora jamais poderei faze-lo?

A saudade esmaga-me por dentro...
O que eu daria para que estivesses aqui...



3 comments:

Shutter said...

Ás Vezes...

Ás vezes parece que fujo do tempo
Ás vezes encontro a solidão
Outras vezes o desalento...

Mas no universo dos sentidos
Dos momentos perdidos, vividos...
Encontro um horizonte de memórias essenciais
Busco a vida com as mãos...
Busco a luz do tempo
O segredo de um momento...

Como uma pomba que branca voa...
Como um astro que explodiu...
Como uma nuvem que gemeu gotas...
Como uma teia que se tece
Como o tudo o que acontece
E o nada que adormece

Ás vezes...
Ás vezes penso que a vida é uma ilusão
Ás vezes penso que o sol já não existe
Outras me desafio na sombra ...

Nos dias que corro de madrugada
Procurando a alvorada
A serpente rachada,
De uma vida despedaçada

Ás vezes...
Ás vezes vejo uma lua preenchida
Sinto a amargura de uma luz intensa, madura...

Ás vezes luto pelo céu
Ás vezes sofro num centrino mistério
Outras sorrio como uma estrela
Brilho e floresço como um girassol

Olho para dentro e sinto esse momento
Esse alento que se renova
Esse movimento do agora...


Porque ontem, sempre e agora
me lembro de ti
esta é sem duvida a pensar em ti...
Minha Querida Taty.

Fallen, The Countess said...

Uau... És definitivamente um poeta... Maluquices à parte, arrepiaste-me!!!

Popper said...

Sem palavras, discipula. Bjo.