Friday, May 18, 2007

Não sei bem porquê...


Depois do que foi dito no último post, não sei bem porque escrevo aqui tão cedo... Acho que fiquei adicta ao blog, que parecendo que não (ou que sim), tem vindo a funcionar como uma certa terapia...
Tenho tanto para dizer e ao mesmo tempo para calar... Parece que o meu cérebro se recusa a escrever sobre aquilo que me custa lembrar...
Se olhar para os últimos meses que passaram apercebo-me que este sentimento que agora me assombra, me tem vindo a acompanhar como uma constante... Umas vezes pior, outras melhor... Pergunto-me se sou eu que procuro viver este tipo de situações, ou se simplesmente elas me continuam a cair no colo. A resposta? Honestamente, não o sei dizer...
Será tudo parte da minha aprendizagem interior? Mas, fodasse, bater tantas vezes com a cabeça na mesma parede é dose!! Não podia aprender tudo à primeira?!
Enfim, acho que não vou mesmo escrever sobre a abundância de coisas que se debatem na minha mente desde a semana passada... Para quê? Nada mudará e só me fará relembrar o que não vale já a pena... Tenho pena de tudo e de nada... Sinto falta de tudo e nada também... Acho que foi sempre assim e se calhar nunca há-de mudar...
Habituo-me facilmente a novas realidades, não será para mim dificíl ultrapassar este momento... Só não gostaria de continuar a sentir esta angustia e revolta dentro do meu peito... Não posso levar a mal as escolhas dos outros, mas sinto sempre como a traição de Judas cada vez que me lembro de certas e determinadas frases e atitudes... Enfim, a maturidade não chega a todos da mesma maneira...
Sei que não ficarei fodida por muito mais tempo e que este fim-de-semana longe daqui me fará maravilhas...

1 comment:

sa said...

coragem... um beijinho :)